Câncer não é sentença de morte

Até algumas décadas atrás, o diagnóstico de câncer vinha normalmente acompanhado pela quase certeza de que a cura seria muito difícil, senão impossível. Novas formas de tratar e principalmente de diagnosticar precocemente a doença têm feito esse cenário mudar radicalmente. Hoje, o câncer segue sendo um problema sério de saúde, que precisa ser prevenido e combatido com atenção e zelo, mas cujas possibilidades de efetiva cura são grandes para uma considerável parcela de pacientes.

Enquanto os tratamentos ficaram mais individualizados e, por isso mesmo, com maiores chances de apresentar sucesso, as formas de diagnóstico se sofisticaram, com exames, principalmente de imagem, muito mais precisos, capazes de auxiliar na descoberta precoce de tumores.  

Além desses avanços, os tratamentos passaram a contar com um acolhimento maior aos pacientes. Em locais de referência, como a Oncoclínica Porto Alegre, o combate ao câncer é acompanhado por equipes multidisciplinares, que incluem nutricionistas, psicólogos, farmacêuticos e enfermeiros, trabalhando junto com oncologistas e hematologistas para estabelecer a melhor abordagem para cada caso. A ideia é devolver a saúde ao paciente dando-lhe o máximo de conforto e bem-estar durante todo o processo de tratamento.

Ao lado disso, a Oncoclínica Porto Alegre segue cumprindo seu propósito de divulgar a importância da prevenção, evitando o surgimento da doença. O movimento Força na Prevenção - não dê Chance ao Câncer foi deflagrado em 2015 e, desde então, movimenta o facebook (https://www.facebook.com/forcanaprevencao) com dicas e informações a respeito. Acesse e saiba mais.